NUVIC – Núcleo Vida e Cuidado

Estudos e pesquisas sobre violências

SEMINÁRIO ESTADUAL CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS

Somos contra a criminalização dos Movimentos Sociais!

Convidamos todos os trabalhadores de diversas categorias, professores e estudantes, indígenas e quilombolas, agricultores e pescadores para o SEMINÁRIO ESTADUAL CONTRA A CRIMINALIZAÇÃO DOS MOVIMENTOS SOCIAIS, que será realizado dia 06.06.2014 – das 14h às 21h, no Auditório Antonieta de Barros da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina.

Nos últimos meses, mais trabalhadores e trabalhadoras têm feito greves, paralisações, manifestações e ocupações, buscando seus direitos. São lutas por moradia, educação, saúde, transporte, reajuste salarial, direito à cidade, meio ambiente.

Apesar de se tratarem de movimentos justos e legítimos, essas mobilizações têm sido ignoradas pelas autoridades, difamadas e deturpadas pelos jornais e televisão e duramente repreendidas pelos governos, polícia e Justiça.

Os direitos de lutar, expressar opinião, organização coletiva, fazer greve e manifestação, são direitos democráticos mínimos garantidos pela Constituição, conquistados pela luta do povo brasileiro com o fim da Ditadura.

Não podemos permitir que haja retrocessos nos direitos democráticos básicos conquistados pela sociedade. A intimidação e violência policiais, o uso do judiciário para cercear o direito de manifestação e a truculência das autoridades precisam ser freados! Deve ser garantido o arquivamento imediato dos inquéritos e processos montados contra lideranças das lutas sociais.

Vamos continuar exigindo dos poderes instituídos a ampliação dos direitos! Vamos continuar nas ruas! Não vamos permitir retrocessos, queremos novas conquistas!

Exigimos das autoridades o fim da criminalização dos ativistas e movimentos sociais!

Por isso, convidamos todos para auxiliarem na mobilização e se fazerem presentes nesse importante momento.

Texto: Mauro Titton

Dia 06/06 – sexta, na Alesc, a partir das 14h

Apoio: NUVIC

junho 4th, 2014 | Publicado em Sem categoria


Defesa de Tese e Seminário

Poéticas de vidas e mortes: metáforas e cartografias bordadas no contorno de um currículo em curso


Projeto extensão: Biodanza 2014

Biodanza: aprendizagem vivencial sobre o ‘cuidado’


Mesa-redonda Bolsa Família em Perspectiva

Participe da mesa redonda sobre o “bolsa família”!!


“Eu não mereço ser estuprada”

Pesquisa do Ipea sobre “Tolerância social à violência contra mulheres” apresenta dados alarmantes sobre a sociedade extremamente machista, patriarcal e heteronormativa com a qual ainda con-vivemos no Brasil.


Atividades

Participe!!

Categorias

"A flor da pele e ao fundo da alma - assim é a violência no cotidiano, uma violência que corre e ricocheteia sobre todas as superfícies de nossa existência e que uma palavra, um gesto, uma imagem, um grito, uma sombra que seja, capta, sustenta, e relança indefinidamente, e que, no entanto, desta espuma dos dias, abre à alma vestiginosos abismos em mergulhos de angústia que nos fazem dizer: Sou eu mesmo toda essa violência?" (Dadoun, 1998).


Violências »
“Eu não mereço ser estuprada”

Pesquisa do Ipea sobre “Tolerância social à violência contra mulheres” apresenta dados alarmantes sobre a sociedade extremamente machista, patriarcal e heteronormativa com a qual ainda con-vivemos no Brasil.

Gestão do Cuidado »
Projeto extensão: Biodanza 2014

Biodanza: aprendizagem vivencial sobre o ‘cuidado’

Infâncias » A INFÂNCIA PELAS LENTES DO CINEMA
A INFÂNCIA PELAS LENTES DO CINEMA

O 23º ciclo de debates sobre educação infantil “A infância pelas lentes do cinema”.

Corporeidade »
Relações Etnicorraciais e Educação

Participe do Fórum sobre Relações Etnicorraciais e Educação!!

Comunicação e Cultura »
Relações Etnicorraciais e Educação

Participe do Fórum sobre Relações Etnicorraciais e Educação!!